18.7.12

Romance


Ficaria mais atraente se eu o tornasse mais atraente. Usando, por exemplo, algumas das coisas que emolduram uma vida ou uma coisa ou romance ou um personagem. É perfeitamente lícito tornar atraente, só que há o perigo de um quadro se tornar quadro porque a moldura o fez quadro. Para ler, é claro, prefiro o atraente, me cansa menos, me arrasta mais, me delimita e me contorna. Para escrever, porém, tenho que prescindir. A experiência vale a pena, mesmo que seja apenas para quem escreveu.


Clarice Lispector


nota: Estou lendo o livro da Clarice Lispector por isso meus últimos dois textos foram dela, mas já estou preparando um texto pra vocês leitores, obrigada pela visita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário